Páginas

Quéfrô?



Sabiam que há flores que se comem? Eu tb não sabia.
Claro que tudo se pode comer, tudo é comestível que o digam as avestruzes.
Lembro-me há uns tempos de ter visto num daqueles canais fantásticos, “made in Oncle Sam” , uma senhora a comer bocados de vidro como quem come rebuçados, o barulho era de resto idêntico só que eram mesmo vidrinhos.
Claro que comer flores além de ser um acto muito mais romântico é para mim totalmente novo.
Nessa peça de jornal televisivo via-se muita gente a comer flores com um ar de quem estava a comer um bitoque ou umas tripas à moda do Porto.
Achei o assunto interessante e debrucei-me sobre ele…mas não muito até porque isto de flores comestíveis deve ter o seu preço e de resto o meu trauma floral começou quando em puto me obrigaram a ir ver um filme indiano, em que se o cenário não era só no meio de flores andava por lá perto.
Os brócolos a couve flor e a alcachofra tb são flores. Ou seja eu já me fartei de comer flores e não sabia…que cena.
Depois existe uma enorme lista de flores que se podem comer em saladas , avulso ou aos molhos…para não falar naquelas de que se fazem uns molhos incríveis.
A juntar a tudo isto, dizem alguns cronistas de sites web, que as folhas de muitas flores são excelentes complementos vitamínicos. Estou espantado com tantas qualidades desta flora mundial comestível.
Com esta pesquisa florida fiquei a saber que existe até um horóscopo de flores.
Não se admirem os nossos autarcas, se um dia destes os jardins forem ocupados por gente esfomeada, de novas sensações gastronómicas, de rabo para o ar, a ruminar tudo quanto é côr.
Já estou a ver num desses restaurantes em que se começa a fazer bicha , porque acho que bicha é que é fixe dizer…quais filas nem meio filas…bicha e pronto…de resto aquela cena que me faziam em pequeno - Passou bem?...Vá para a bicha - era bicha não era fila…por isso numa das muitas bichas quando a fome apertar comprem uma dúzia de rosas aos “Quéfrô” e vão comendo as pétalas à dentada.
Se fores mais do tipo romântico vai dando dentadinhas a dois, no ramo de rosas que ofereceste à companhia para o jantar…ora agora trincas tu ora agora trinco eu.
Claro que tudo se tornará ainda , muito mais interessante, depois de tão florida refeição, se a companhia tiver, também ela, nome de flôr.

3 comentários:

Anónimo disse...

"Sabiam que há flores que se comem?"
e eu voei logo até outros tempos pelos campos os cheiros o ar e até o pó e as pedras e os carreiros feitos por mim quando menina ia de arbusto em arbusto pela serra colher mais uma flor e saborear, como se cada pétala tivera o mais leve peso e a língua é balança e deixa por tão leve e pequena ser a pétala se fundir em doce sabor e ficar na espera doutra pétala mais leve se mais leve pode haver .
Mika eu desejei voltar a esse tempo e contigo partilhar esses momentos d' infância, talvez porque ao ler-te viajei até momentos de felicidade

Anónimo disse...

Realmente se nao tivesse lido este blog nunca me iria lembrar de uma coisa destas.... sei que há gente capaz de tudo neste mundo, até de comer flores... mas depois de o ler o que me veio de imediato á minha lembrança foram aquelas florinhas amarelinhas que crescem por todo o lado, as azedinhas como nós lhe chamava-mos, nao comiamos as petalas mas os caules eram mastigados fervorosamente e como a minha amiga Bé costuma dizer "uma mulher nao deve morrer estupida" porque nao experimentar o sabor de uma tulipa de uma rosa. Talvez um dia destes o faça.... só espero é nao morrer de intoxicação :-)

Flor esquecida disse...

Flores?????? Será que as rosas azuis foram comidas? mas ñ estas têm corantes...são tóxicas...ainda provocavam era uma indigistão...
Estranho...sabia que te dedicavas á "Pesca do Berbigão" agora de consumir flores...
Tal como diz o velho ditado...mudam-se os tempos...mudam-se as vontades...